Oi pessoal, tudo bem?!

Hoje eu trouxe mais um artigo da Rosi Feliciano sobre câncer de mama. Nós mulheres precisamos ficar muito atentas com isso, a gente nunca imagina que vai acontecer, mas todas nós corremos o risco, por isso precisamos prevenir.

Outubro Rosa - 6 Maneiras Eficazes para Prevenir o Câncer da Mama

Outubro Rosa é a campanha internacional para chamar sua atenção para os riscos e prevenção do câncer de mama. Vários artistas doaram suas imagens para campanha e vários monumentos no Brasil e no mundo são iluminados de rosa para incentivar essa campanha importante. Então se cuide, faça o autoexame e vá ao ginecologista periodicamente para checar sua saúde.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o câncer de mama é um dos canceres mais comuns que afetam as mulheres em todo o mundo hoje. A taxa de câncer de mama está em expansão, particularmente nos países em desenvolvimento, e isso tem muito a ver com o estilo de vida e com hábitos pouco saudáveis. Embora existam algumas medidas que se pode tomar para evitar o risco de câncer de mama, na maioria dos casos é diagnosticado em estágios posteriores, quando há muito menos o que se pode fazer para tratá-la. Portanto, o diagnóstico precoce continua a ser o fundamento de controle do câncer de mama. A prevenção é sempre melhor que remediar! Aqui estão algumas medidas preventivas que se pode tomar para evitar o risco de câncer de mama:

1 - Histórico Familiar
As mulheres que têm um histórico familiar de câncer de mama deve fazer um check-up regularmente, especialmente após a idade de 35 anos. Existem dois métodos para fazê-lo, um método é a mamografia e o outro é o ultrassom. A maioria dos especialistas preferem o ultrassom por não conter radiação.

2 - Atividade Física
A atividade física é importante não só para manter o seu peso, mas também para manter a forma, o que pode protegê-lo de várias doenças.

Mulheres obesas correm mais risco de desenvolver câncer de mama e outras doenças. Segundo a especialista em emagrecimento saudável Rosi Feliciano a reeducação alimentar é o caminho durável para o controle do peso e boa saúde. Mesmo ao tentar emagrecer rápido devemos buscar métodos naturais, com boa nutrição e que possam nos colocar no caminho da reeducação alimentar, como o plano detox.

Para os adultos, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos não recomenda a menos de 150 minutos por semana de moderada atividade aeróbica ou 75 minutos de atividade aeróbica vigorosa por semana, além de treinamento de força pelo menos duas vezes a cada semana. A atividade física regular é a manutenção de um saudável peso corporal, juntamente com uma dieta saudável, poderia reduzir consideravelmente o risco de câncer de mama.

3 - Verifique sua dieta
O que você come hoje tem repercussões sobre a saúde. Seguir uma dieta saudável pode beneficiá-lo de várias maneiras, manter um controle sobre inúmeras doenças. Com os relatórios constantes de substâncias cancerígenas encontradas em processados ​​comercialmente: pão, carne, bebidas gaseificadas, etc; ela só se torna mais importante agora para ver o que nós comemos.

A tendência atual deve voltar às boas refeições caseiras e dizer não a alimentos processados. De acordo com um estudo, a elevada quantidade de açúcar na dieta numa dieta ocidental típica pode aumentar o risco de câncer da mama e a sua disseminação para os pulmões.

4 - Amamentação
A amamentação pode reduzir o risco de câncer de mama, especialmente se a mulher amamenta por um longo período de tempo, de preferência até o recém-nascido em até pelo menos 1 ano de idade.

A razão por que a amamentação protege as mulheres de câncer da mama é porque a maioria das mulheres têm menos ciclos menstruais quando estão amamentando (adicionado aos nove períodos perdidos durante a gravidez), resultando em elevados níveis de estrogênio. A amamentação ajuda através da redução dos níveis de estrogênio, evitando assim o risco de câncer.

5 - Parar de fumar
Embora os resultados não tenham sido confirmados, vários estudos propõem que existe o perigo modestamente ampliado de câncer de mama em fumantes. A relação entre o cigarro tabagismo e câncer de mama é complicada pelo fato de que até 50 por cento das mulheres que fumam ou bebem, tendem a ser propensas a varias doenças. Evidencias anteriores confirmaram sobre a relação entre o consumo de álcool e câncer de mama afirmando que a ingestão de álcool aumenta as chances de câncer de mama em desenvolvimento por quatro vezes.

Um estudo sugeriu que um subproduto do álcool chamado acetaldeído danifica o DNA, o que pode levar ao crescimento do câncer de mama. Também foi visto que o álcool diminui os níveis de folato, o que é necessário para reparar o DNA danificado no corpo.

6 - Limite Terapia Hormonal
O tratamento hormonal combinada por mais de três a cinco anos aumenta o risco de câncer de mama. No caso se você está tomando o tratamento hormonal para os sintomas da menopausa, consulte o seu médico sobre as diferentes opções. Você pode ser capaz de lidar com os seus sintomas com os tratamentos não hormonais. Se passando por tratamento hormonal, tente usar a menor dose que funciona para você e fazer um intervalo.

Embora o câncer seja uma doença perigosa que leva a vida de muitos em todo o mundo, essas medidas preventivas podem ser úteis. Lembrem-se, seus hábitos de vida podem ter uma correlação com o risco de câncer.

Beijinhos e até o próximo post! *-*

2 Comentários

  1. Parabéns por conscientizar a todos sobre o Outubro Rosa, que é um mês para que todos fiquem atentos ao câncer de mama e conheça mais sobre o assunto.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário ;D